quinta-feira, 23 de abril de 2015

ECLIPSE

Como num eclipse
as tuas mãos Lua
cobriram, lenta e serenamente
o meu corpo Sol.

Corpo diluído num abraço,
ternura ao segundo
vagando pela planície descalça.

O mundo parou
apenas para sentir
a magia do momento,
em que no dia feito noite,
morri e renasci
nas tuas mãos

©Graça Costa 


                                                      Impossible Love by Dorina Costras