quarta-feira, 30 de novembro de 2016

A PALAVRA E EU

A palavra habita em mim como a pele.
Comigo respira,
comigo fala,
comigo se alimenta,
comigo ama.

A palavra habita em mim,
e com a sua nudez me visto
para que despojada de mim, me encontre.

Também, com ela cresço
com ela amo
com ela me dou
através do sentir sem reservas
ou do deleite sussurrado ao amanhecer que desponta.

A palavra habita em mim
e na sua melodia
me envolvo,
me enrosco
me perco.

Nela te encontro também
e na torrente das emoções
nelas mergulho,
contigo,
para juntos,
inventarmos um novo alfabeto.

©Graça Costa