quinta-feira, 23 de junho de 2016

A TELA DO TEU SONHO

Anda…
Vamos nas asas do vento
ao encontro dos sonhos guardados
na palma da imaginação.

Não te deixes enredar na dor.
Foge dos dias sem luz
frios como escarpas afiadas
e procura…

Procura dentro de ti os aromas perdidos nas memórias.

Procura os sorrisos tecidos no bilro dos momentos guardados.
Anda…
Vem comigo viajar nas asas do vento.
Pede à brisa que os raios de sol te envolvam o sentir
e que a dor te caia dos olhos
em forma de chuva branda e serena.

Anda…
Vamos voar para lá do horizonte
inventar um mundo só nosso,
em que os dedos sejam pinceis
aguarelados pelo olhar da ternura.

Anda…
que tempo escasseia e o desejo é fome por saciar.
Toma a minha pele como tela para o teu sonho
e pinta a noite,
com as cores do teu olhar.


©Graça Costa


                                                      David Walker