terça-feira, 29 de dezembro de 2015

CAMINHANDO

Caminho,
sem medo de errar
porque comigo levo o melhor de mim
só para te dar.

Caminho,
na estrada da vida
como nos sonhos,
serena e plena de esperança
em dias que ainda não sendo, já o são.

Caminho,
com o desejo na pele
e a ternura no olhar.
Porque cada passo é magia
e cada sorriso é paixão envolto em maresia.

Caminho,
em direcção ao teu abraço,
ao teu beijo morno,
ao teu corpo brando,
feito cama para me receber.

Caminho,
sem medo de errar
porque comigo levo o melhor de mim,
todo,
só para te dar.

©Graça Costa

                                                                 Joanne Young