quarta-feira, 12 de julho de 2017

QUEM CONSEGUE?


Quem consegue definir-me angústia ?
Aquele pedaço de dor que arde mas não queima,
perfura, mas não rasga,
sufoca mas não mata,
explode, mas não grita.
Quem consegue dizer-me
que forma tem,
qual a sua cor, 
o seu aroma,
as suas feições,
a sua voz?
Se souberem...
digam-me,
para que eu possa
desenhar-lhe o semblante,
de frente e de perfil,
lhe possa ouvir a voz
e fotografar-lhe os passos.
Quem sabe,
talvez assim,
consigamos fechá-la
numa cela dourada
e que deslumbrada com a sua dolorosa beleza,
construa nela o seu berço 
e nos liberte do seu abraço.


© Graça Costa
imagem da web